Viajar pelo Canadá

Para explorar as maravilhas do Canadá com incríveis atrações turísticas

A cada província, as belezas se superam. Paisagens de sonhos aliadas à intervenção humana em construções charmosas e completos resorts de lazer. Quem quer conhecer o lado selvagem do Canadá encontra o que procura. Quem quer o máximo de conforto enquanto conhece o país, também. O Canadá surpreende, sempre!

A Information Planet tem dicas valiosas para o planejamento da sua viagem, pois a nossa equipe é formada por ex-intercambistas que, como você, já passaram por estas escolhas.
Entre em contato para começar o seu Plano de Viagem agora!

Toronto, na província de Ontário

Localizada às margens do Lago Ontário, Toronto é a maior, mais moderna e rica cidade do Canadá, com intensa vida cultural e gastronômica. Conheça suas principais atrações turísticas.

  • CN Tower

    A principal atração turística de Toronto é também seu mais conhecido cartão postal, a CN Tower. Com 553 metros de altura, ou o equivalente a um prédio de 173 andares, a CN Tower proporciona uma vista maravilhosa de toda a cidade. Dizem até que, em dias claros, é possível avistar as Cataratas do Niágara, que fazem fronteira com os EUA.

    No topo da torre existe um restaurante giratório, o 360 Restaurant. Almoçando ou jantando por lá, você tem acesso a diversas áreas da CN Tower, incluindo o Glass Floor, um andar todo feito em piso de vidro temperado, com uma incrível vista da cidade embaixo dos seus pés.

  • Casa Loma

    A Casa Lima é um castelo de estilo neo-romântico, localizado na parte alta de Toronto. Foi construído entre os anos de 1911 e 1914 para servir de residência a um financista e industrial canadense, Sr. Henry Mill Pellat, e sua família. Antes de concluir a contrução da Casa Loma, que em espanhol significa “casa na colina”, Sir Henry perdeu todos os seus bens e teve que vendê-la para pagar suas dívidas. O castelo pertence à cidade de Toronto desde 1937, e foi transformado em museu. Hoje, serve de locação para documentários e filmes de ficção, como X-Men, por exemplo.

Vancouver, na província de Colúmbia Britânica

Localizada entre o mar e as montanhas, Vancouver é a principal metrópole canadense da costa leste. Limpa, calma, segura e agradável, disputa com Quebec o título de cidade mais bonita do Canadá. Veja o que você vai encontrar em Vancouver.

  • Lions Gate

    A Lions Gate Bridge é uma ponte pênsil, que lembra muito a Golden Gate, em São Francisco. Considerada patrimônio histórico do Canadá, liga Vancouver ao distrito de North Vancouver, e tem comprimento total de 1.823 metros, com três faixas reversíveis, chegando a ser utilizada por mais de 70 mil veículos em dias de trânsito pesado.

  • ChinaTown

    Atravessando a ponte Lions Gate existe um autêntico bairro chinês, a Chinatown de Vancouver, com a segunda maior concentração de chineses na América do Norte. Logo na entrada do bairro, o Millenium Gate, estrutura criada para celebrar o novo milênio, recebe os visitantes com o tema passado e futuro. Um bom passeio dentro do bairro é conhecer o Dr. Sun Yat Sen Classical Chinese Garden, com um pequeno lago e algumas construções de arquitetura tipicamente oriental, que fazem com que os turistas sintam-se na própria China. Em Chinatown há também um museu que conta a história dos descendentes chineses no Canadá e o West Han Dynasty Bell, um grande sino doado pela cidade de Guangzhou, para comemorar os 15 anos de Vancouver como sua cidade irmã. Além disso, há diversas lojas e inúmeros restaurantes onde se pode apreciar a culinária oriental. Passeio imperdível!

  • Stanley Park

    Vancouver é famosa pela quantidade de jardins e parques. Um deles é o Stanley Park, o maior parque urbano do Canadá e um dos maiores da América do Norte. De frente para o mar, o parque foi criado como reserva militar em meados do século XIX para proteger a entrada do porto de Vancouver. Hoje, com centenas de acres arborizados, lagos e campinas gramadas, o Stanley Park abriga esquilos, guaxinins, patos, gaivotas e gansos e é um dos passeios preferidos de turistas e habitantes da cidade.

Whistler, na província de Colúmbia Britânica

Whistler, situada a 120km de Vancouver, concentra grandes centros de esqui e é considerada o Resort número 1 da América do Norte há cinco anos. A cidade oferece um grande centro de lazer ao ar livre, rodeado por florestas nativas, lagos de águas cristalinas e montanhas de picos nevados.

  • Montanhas Whistler-Blackcomb

    As montanhas gêmeas Whistler-Blackcomb compõem a maior estação de esqui da América do Norte. Os esquiadores podem Viva a experiência única proporcionada pela via ferrata, uma escada de ferro cravada no paredão rochoso da Montanha Whistler que vai até seu topo.

    É chegada a hora de desbravar o circuito formado pelas montanhas gêmeas Whistler-Blackcomb. O lugar é moldado por superlativos. Como se não bastasse ser a maior estação de esqui da América do Norte, também é considerada uma das melhores do mundo por contar com as descidas das duas montanhas – que são interligadas por um teleférico tão alto que chega a dar medo.
    Peak 2 Peak foi aberto ao público em dezembro de 2008. É um obra impressionante de engenharia. As gondolas conectam os esquiadores do Roundhouse Lodge (Whistler) à Rendezvous Lodge (Blackcomb) num percurso lindíssimo de 4.4 quilômetros em apenas 11 minutos.

  • Parque Nacional Kootenay

    Com uma área de 1.406 km² e altitude que varia de 918 a 3.424 metros, o Parque Nacional Kootenay esta localizado nas Montanhas Rochosas, no sudeste da província de Colúmbia Britânica. Possui grande diversidade de vida selvagem e é tido como patrimônio mundial pela Unesco, juntamente com outros três parque nacionais das Montanhas Rochosas: Banff, Jasper e Yoho.

  • Parque Nacional Yoho

    Também localizado nas Montanhas Rochosas, este parque de 1.313 km² faz divisa com outros dois parques nacionais: o Kootenay, ao sul, e o Banff, ao leste. Seus principais atrativos são suas quedas d’água e seus mais de 28 picos de mais de 3.000 metros de altura. Lá, encontram-se as Cataratas de Takakkaw, uma das quedas d’água mais altas do mundo, o Lago Emerald, Passo Kicking Horse e a ponte natural que cruza o Rio Kicking Horse, locais que são percorridos por várias trilhas em seu interior.

Quebec, na província de Quebec

A cidade de Quebec  é encantadora. Lá predominam a influência e a língua francesas e a cidade tem recantos que lembram muito as cidades europeias. Relativamente pequena, a cidade pode ser percorrida a pé. Saiba um pouco mais sobre os pontos turísticos de Quebec.

  • Velha Quebec

    Vieux Québec, a parte antiga e histórica da cidade, é cercada por muralhas construídas no século XVII. Foi declarada pela UNESCO patrimônio mundial da humanidade. É, sem dúvida, a região mais bonita da cidade, com ruazinhas estreitas que abrigam residências muito antigas construídas em pedra, pequenos estabelecimentos comerciais, restaurantes de comida típica, patisseries e lojas de artesanato local.

  • Citadelle

    Localizada às margens do Rio São Lourenço, a Citadelle é uma fortaleza construída pelos colonizadores franceses no final do século XVII como forma de proteger a cidade do ataque das frotas inglesas. Apesar de declarada patrimônio histórico mundial, continua funcionando como quartel militar e os turistas podem ver os soldados canadenses desempanhando suas tarefas.

  • Château Frontenac

    A principal atração da cidade é o Château Frontenac, um hotel castelo inaugurado no final do século XIX, na parte antiga de Quebec. Foi construído no local onde antes funcionava centro administrativo e militar da Nova França, na época da conquista do Canadá. Com 650 quartos, é considerado o melhor hotel da cidade e um dos melhores do país. O último andar do prédio abriga um observatório e representa um dos pontos mais privilegiados para se observar a cidade, oferecendo ainda uma vista de muitos quilômetros do Rio São Lourenço.

Montreal, na província de Quebec

Apesar de ser uma grande metrópole para os padrões canadenses, com 1,8 milhões de habitantes, Montreal é uma cidade acolhedora, onde construções do século XVIII convivem com edifícios modernos e arrojados. Este é um dos destinos mais procurados para turismo.

  • Vieux Montreal

    É o bairro mais antigo e agradável para passeios . Lá estão a Praça Jacques Cartier, o Mercado de Bonsecour, o Museu de Belas Artes, o Museu de Arqueologia e História Pointe-a-Callière, a Place D’Arme, o Velho Palácio da Justiça, o Hotel de Ville (prefeitura) e muitas outras atrações. A enorme e imponente basílica de Notre Dame, do século XIX, vale uma visita. Um pouco mais distante da parte central, mas igualmente importante, é o Oratório de St. Joseph, uma igreja de 152m de altura, com uma grande cúpula verde, que pode ser avistada de qualquer ponto da cidade.

  • Botânico de Montreal

    Fundado em 1931, o Jardim Botânico de Montreal é o segundo maior do mundo, em área, atrás somente dos Jardins Botânicos Reais de Kew, em Londres. O Chinese Garden é especialmente belo. Não deixe de visitar. Para quem curte a natureza há também o Biodôme, instalado na Cidade Olímpica, uma espécie de museu que recria os cinco principais ecossistemas – clima, fauna e flora – do continente americano, em um prédio de arquitetura moderna.

Ottawa, na província de Ontário

Localizada na fronteira da província de Ontário com a de Quebec, Ottawa é uma cidade extremamente desenvolvida. O índice de violência é próximo de zero e os sistemas de educação e saúde realmente funcionam. Quase metade da população de Ottawa está abaixo 35 anos, o que faz com que a cidade ganhe um ar jovial. Os turistas são sempre bem recebidos.

  • National Gallery

    Um imponente prédio de granito, construído em 1988 abriga a maior galeria de belas artes do país, com mais de 25 mil obras de diferentes lugares e períodos. Quando for visitar a National Gallery, não deixe de pedir um audioguide, disponível em diversos idiomas.

  • Parliament Buildings e Laurier House

    Localizado na região central, o Parlamento é a sede do governo e uma das principais atrações turísticas da cidade. Para conhecê-lo por completo, agende uma visita à Galeria Pública, onde há os debates, o Senado e a Casa dos Comuns. A troca da Guarda em frente ao Parlamento é diária em julho e agosto. Se você estiver por lá nessa época, não pode deixar de conferir.

    Ainda no tema “passeios históricos”, visite a Laurier House, uma casa vitoriana construída em 1878, e que serviu como residência a dois ilustres primeiros-ministros, sir Wilfrid Laurier e MacKenzie King. Pomposa e ostentando muito luxo, ainda hoje exibe documentos e objetos pessoais que pertenceram aos dois líderes nacionais, já falecidos.

  • The Byward Market

    Um dos pontos fortes do turismo em Ottawa é este tradicional mercado dos agricultores da região, que fica entre as ruas Sussex, Rideau, St. Patrick e King Edward. O mercado oferece comidas típicas, flores e artesanato. Durante o verão, seus inúmeros cafés criam pratos e especiais e ficam lotados. Programe um passeio no horário mais adequado para você, mas não deixe de incluir uma deliciosa refeição por lá.




Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Google Plus
Scroll to Top
IP Brazil Head Office - Rua Antonio das Chagas, 161, São Paulo - SP - CEP 04714-000 | Partners only: contato@informationplanet.com.br | Design: TonAraujo
Clique e Fale agora com um consultor pelo Whatsapp
Para visualizar o número de Whatsapp mais perto de você,
envie seus dados:





Agency Group: URL: Latitude: Longitude: Residence Country: Residence City: Residence State: Residence PostCode: Residence Street:


Adicione o número de nosso Whatsapp em sua agenda: