Visto para Estados Unidos

Para ir aos Estados Unidos, todo brasileiro precisa solicitar um visto americano. No Brasil, a requisição de visto deve ser feita no Consulado Geral dos EUA, mas a Information Planet pode ajudar você em mais esta etapa do planejamento da viagem.

Afinal, o visto americano é só o começo da sua viagem!

Como solicitar o seu visto

Saiba mais

Caso você prefira fazer o visto americano por conta própria, o consulado americano oferece um processo facilitado para essa aplicação. Veja a instruções do passo a passo que você deve seguir:

  • Acesse o site e preencha, em inglês, o formulário de solicitação de visto DS-160 (disponível no link). As perguntas estão em inglês, mas, ao colocar o cursor em cima delas, aparece a tradução.
    Ao fim de cada pagina, salve o que já tiver sido feito e guarde o número do Application ID para entrar novamente no formulário. Ao terminar o processo, imprima a página de confirmação.
    Dúvidas sobre o preenchimento do formulário podem ser esclarecidas em http://travel.state.gov/visa/forms/forms_4230.html.
  • 2) Depois que preencher o formulário, é preciso agendar a(s) entrevista(s). Para isso, cadastre-se no site e siga o passo a passo de agendamento.
    No caso de ter que fazer as duas entrevistas, as visitas não podem ser agendadas para o mesmo dia. Fique atento porque a opção de agendamento para o Consulado aparece antes da opção de agendamento para o CASV, mas a entrevista no CASV tem que ocorrer primeiro. Por isso, escolha sempre para a ida Consulado uma data posterior à da ida ao CASV.
  • 3) No meio do processo, você terá que pagar a taxa de solicitação do visto (US$ 160).
  • 4) Entrevista 1 (exame biometria) -No dia agendado, vá ao CASV com o formulário, o passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Lá, serão recolhidas as impressões digitais e será tirada uma foto. Não é permitido entrar com bolsas ou mochilas no recinto, e não há local para guardar esses pertences dentro do centro.
  • 5) Entrevista 2 – No dia da entrevista, é preciso ir ao Consulado ou à Embaixada, levando o passaporte e a página de confirmação do formulário DS-160. A Information Planet sugere que leve os seguintes documentos:
    Apresente-se no dia de sua entrevista com os seguintes documentos em mãos:

    • 1 Fotografia recente 5×5 cm ou 5×7 cm. Importante: não tirar a foto com óculos;
    • Comprovante de agendamento de entrevista;
    • Passaporte atual com validade mínima de 06 meses;
    • Passaportes anteriores (vencidos);
    • Documentos de renda/bens do próprio requerente + do cônjuge se for o caso + do pagador da viagem (se for outro: neste caso deverá fazer uma carta de custeio);
    • Os 3 últimos contracheques/holerites/pró-labores;
    • Extratos bancários dos três últimos meses que antecedem a data da entrevista (conta corrente/poupança/investimentos/fundos);
    • Declaração de Imposto de Renda Completa com Recibo de Entrega Original (sempre as 2 últimas declarações);
    • Evidências de seus fortes vínculos com o Brasil (exemplos: carteira de trabalho, declaração de bens do imposto de renda de pessoa física, contracheques, certidões de casamento e nascimento, contrato social, extratos bancários, declarações escolares etc…).

Visto de estudante

Já que os Estados Unidos é o seu próximo destino e nós te ajudaremos a chegar até lá, é importante você saber quais os tipos de vistos americanos para estudantes a Information Planet oferece suporte:

Visto categoria F1 e F2

Entre as principais condições para ter o visto de estudante estão:
Este visto é concedido conforme curso e, se necessário, comporta permissão de trabalho (caso o curso contemple).

  • F1 é o visto correto para estudar inglês / VET / Universidade e outros.
  • F2 é o visto de acompanhante do F1 seja o cônjuge ou filhos.
Visto categoria J1 e J2

Além de ser o visto para alguns programas específicos de “work experiences, esse é o visto concedido para pesquisadores e Au pair.
O processo de aplicação de visto americano de estudante, possui basicamente 3 fases que envolvem em cada uma delas:

  • A escola onde o aluno irá estudar.
  • O Departamento de Imigração Americano.
  • O Consulado Geral dos Estados Unidos ou Embaixada Americana – dependendo do local.
Departamento de imigração

Essa é a segunda fase no processo de aplicação do visto americano, e quando você estiver com I-20 FORM, deverá seguir os seguintes passos:

  • No canto superior do I-20 direito deste formulário contém uma codificação “SEVIS” (Student and Exchange Visitor Information System);
  • Com este código, acessar a página do FMJFEE, preencher o formulário I-901;
  • Pagar a taxa de US$200 para visto F-1 e no caso do visto J-1 a taxa é de US$ 180;
  • O pagamento é obrigatoriamente com cartão de crédito e é necessário imprimir o comprovante;
  • Este comprovante é que autoriza o estudante a estar em território americano pelo período do seu curso.
Consulado e embaixada

Chegamos a ultima fase para emissão do visto de estudante. Nessa etapa, você precisa ser autorizado a entrar nos Estados Unidos como estudante.
Estamos quase lá! Você deverá acessar o site www.visto-eua.com.br e preencher o formulário indicado. Lembre-se que você deverá agendar a entrevista de visto F-1 e pagar a taxa de R$38,00 no próprio site.
No dia da entrevista, você deverá apresentar os seguintes documentos:

  • Documentos padrões do visto americano;
  • Foto para passaporte 5x7cm;
  • Passaporte válido;
  • I-20 FORM;
  • Comprovante de pagamento da taxa SEVIS;
  • Comprovante de pagamento da taxa de visto (pagar com passaporte no banco Citybank – US$ 40)

Caso o visto seja aprovado, o seu passaporte será enviado à sua residência via sedex e para isso você deverá pagar a taxa de R$ 30.

Visto de turista

Já que os Estados Unidos é o seu próximo destino e nós te ajudaremos a chegar até lá, é importante você saber quais os tipos de vistos americanos para estudantes a Information Planet oferece suporte:

Visto de Turista B2

É o mais comum para maioria dos brasileiros e normalmente é concedido por até seis meses, mas aceita extensões de até um ano.
Para a concessão do visto de Turista, o Consulado ou Embaixada americanos realizam uma análise criteriosa de documentos e o oficial da imigração tem que ficar convencido de que a visita, além de temporária, destina-se ao lazer e que no final da viagem o visitante retornará ao seu país. Um turista a lazer, não pode ser empregado nos Estados Unidos.

Visto de Turista e Negócios B1 e B2

Este é o visto para pessoas que participarão de feiras e congressos nos Estados Unidos.
Permite que o visitante estabeleça uma empresa nos Estados Unidos, adquira propriedade, assine contratos etc.
Por outro lado, impossibilita a pessoa de controlar diretamente os negócios lá, ou de alguma maneira receber salários de uma fonte dos Estados Unidos, mesmo que seja proprietário.
O visto para a categoria de negócios é procurado por pessoas de negócios que vão aos Estados Unidos para participar de atividades profissionais, negócios ou comércio, relacionados ao seu negócio estrangeiro.

Visto de Trânsito C-1

Em geral, passageiros em trânsito pelos Estados Unidos necessitam de um visto C-1 valido, exceção feita aos que se qualificam no Programa de Isenção de Vistos (Visa Waiver Program – VWP), ou cidadãos de países que tenham acordo com os Estados Unidos que lhe permita a entrada no país sem visto.
Para aqueles que não se enquadram no programa VWP ou não estão autorizados a entrar no país sem visto através do programa VWP, será necessário à solicitação de um visto de transito C-1 anterior à viagem.

Informações importantes!

Todos os solicitantes, sem exceções, inclusive crianças e bebês listados no passaporte dos pais, deverão:

  • Preencher todos os campos do Formulário online DS-160;
  • Pagar a taxa de solicitação de visto;
  • Apresentar um passaporte valido por no mínimo 6 (seis) meses em nome do solicitante, com no mínimo uma página em branco. Caso o passaporte esteja danificado, recomendamos a obtenção de um novo passaporte antes da data marcada para entrevista, para que não atrase o processo de obtenção do visto;
  • Fornecer uma foto de acordo com as especificações do Departamento de EUA.

Nota: A decisão quanto à aprovação ou negação da concessão do visto de entrada será baseada na entrevista e nas informações prestadas verbalmente. Todavia, o oficial consular poderá solicitar provas documentais relacionadas aos seguintes itens:

  • Recursos suficientes para cobrir as despesas relativas à viagem e estadia nos Estados Unidos;
  • Prova de residência no seu país de origem, para onde tenha intenção de retornar ao final de sua viagem para os Estados Unidos. Essa prova normalmente é estabelecida através de família, trabalho, propriedades e outros laços ou compromissos para com seu país de origem e que seja(m) suficiente(s) para forçar o solicitante a voltar quando do final de sua viagem.

Requisitos adicionais de processamento e informações para seguintes casos:

  • Solicitantes elegíveis a solicitar visto através de serviço de agências;
  • Solicitantes condenados criminalmente, soropositivos para AIDS (HIV), portadores de alguma inelegibilidade médica, já tenham tido a entrada negada ou sido deportados dos EUA;
  • Uniões estáveis, sociedades civis, sócios;
  • Cidadãos do Chipre do Norte, Somália, Coréia do Norte, Cuba, Irã, Líbia, Síria & Sudão;
  • Profissionais e acadêmicos das áreas de ciência e tecnologia;
  • Residentes temporários no Brasil.

Solicitantes com idade entre 14 e 79 anos de idade devem comparecer pessoalmente para entrevista com a autoridade consular. Os solicitantes com menos de 14 anos e acima de 79 podem ser elegíveis a submeter sua solicitação por intermédio de um representante.

Visto Study + Work

Segundo alguns sites do governo Americano, você só poderá trabalhar com visto de estudante se você começar a ter problemas econômicos durante seu período de estudos.
Essa categoria de trabalho é conhecida como ‘Unforeseen circunstances beyond the studen’s control’, e pode ser pedida pelo estudante.

Solicitando o visto

Para isso:

  • Você deve portar o visto F-1 por no minimo 1 ano acadêmico/ (3 quarters)
  • Você deve ser um bom aluno (notas boas) e estar registrado como FULL-TIME student
  • O seu trabalho deve ser compatível com o seu horario de aulas (Full-time)
  • Você deve incialmente tentar trabalho no campus
  • Deve demonstrar que realmente houve uma mudança na sua situação financeira, fora de seu controle, que causou as dificuldades econômicas.
Definição

Definindo “unforeseen cicumstances beyond the student’s control”, de acordo com as leis federais:

  • Se a universidade reduziu ou eliminou alguma ajuda financeira, sem que tenha sido sua culpa;
  • Se a universidade drasticamente aumentou os custos, ou se o custo de vida subiu subtamente. Quanto? O regulamento federal não define o tamanho exato, mas quanto maior, melhor para você;
  • Despesas inesperadas necessárias (comprar um carro não vale…). Contas médicas ou algum tipo de emergência;
  • Uma mudança na sua fonte de sustento, que pode ser família, ajuda do governo (do governo do Brazil), Ex: Se seu pai perdeu o trabalho;

Uma vez que estas regras são comprovadas, você deve procurar a Imigração com comprovação da sua situação.



Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Google Plus
Scroll to Top
IP Brazil Head Office - Rua Antonio das Chagas, 161, São Paulo - SP - CEP 04714-000 | Partners only: contato@informationplanet.com.br | Design: TonAraujo
Clique e Fale agora com um consultor pelo Whatsapp
Para visualizar o número de Whatsapp mais perto de você,
envie seus dados:





Agency Group: URL: Latitude: Longitude: Residence Country: Residence City: Residence State: Residence PostCode: Residence Street:


Adicione o número de nosso Whatsapp em sua agenda: