Fronteiras Abertas

Para quem passou toda pandemia esperando, agora podemos dizer que  “as portas estão se abrindo para nós”.
Conheça aqui as novidades para quem tem pressa de ganhar o mundo e também as melhores dicas para quem está começando se preparar para ir até ali…

// Canadá: fronteira aberta!

O país abriu fronteiras para todos os viajantes com comprovação de imunização, dispensando inclusive de quarentena aqueles que tomaram as 2 doses das vacinas já reconhecidas no país.
Das vacinas usadas no Brasil, só CoronaVac ainda segue de fora da lista do Canadá por enquanto, e quem tiver tomado esta ou quem não tomou vacina ainda, deverá cumprir 14 dias de quarentena ao chegar no país.
Outro fator favorável é que o país está acelerando as liberações de visto para os atuais aplicantes, pensando em facilitar a entrada de quem já quer viajar.
Para o embarque, o país exige:

  1. Ter um visto válido, seja ele de turismo, estudante ou até mesmo o etA (eletronic travel authorization);
  2. Não estar apresentando nenhum sintoma da Covid-19;
  3. Estar 100% vacinado com as doses aceitas** pelo governo canadense;
  4. Ter recebido sua última dose com, no mínimo, 14 dias de antecedência antes da sua viagem;
  5. Ter a tradução do comprovante da vacina que pode ser emitido no aplicativo ou site do Conecte SUS;
  6. Preencher um formulário simples do aplicativo de controle de entrada no país, criado pelo governo do Canadá, o Arrived CAN;
  7. Apresentar um teste RT-PCR de resultado negativo (traduzido para o inglês ou francês, as línguas oficiais do Canadá) feito no máximo, 72 horas de antes do embarque e com as informações completas do viajante (nome, data de nascimento, nome do laboratório, datas da coleta e resultado).

Para saber mais sobre este destino, nosso blog tem um post especial para você:

Leia mais no Blog Information Planet

// Irlanda: fronteira aberta!

Desde 20/09, a Irlanda liberou a entrada de estudantes internacionais para estudar inglês geral no país.

O escritório de imigração irlandês, já pode emitir novamente o “Stamp 2” (visto de estudante) àqueles que fecharem programas de intercâmbio para estudo de inglês de longa duração (acima de 3 meses), bem como aplicar para o visto que possibilita encontrar um trabalho durante o seu intercâmbio, voltado para programas acima de 8 meses.

Mas a grande novidade é: desde 25/09, a Irlanda mudou algumas regras para viajantes (Brasil incluso) que estão fora da União Europeia e querem ir para o país – seja a turismo ou a estudo!

Para quem já se encontra imunizado (com as duas doses ou dose única) da Pfizer-Biontech, AstraZeneca, Moderna ou Janssen:

– Preencher, antes do seu embarque, o Passenger Locator Form. Ele é um formulário obrigatório, independente de qual país você esteja vindo.

Você deverá apresentar o recibo do formulário que será enviado ao seu e-mail após o preenchimento. Vale reforçar que, se você chegar à Irlanda sem ter o preenchimento do formulário, será considerado crime com pena de multa.

– Apresentar a comprovação da sua imunização completa, através do certificado digital de vacinação (em inglês), que pode ser emitido pelo aplicativo ou site do Conecte SUS.

– Não haverá a necessidade de realizar a quarentena obrigatória nos hotéis estipulados pelo governo irlandês.

– Não é necessário apresentar (para a imigração) um teste negativo RT-PCR. Vale lembrar que muitas companhias aéreas ainda exigem que você apresente o teste negativo (feito com no mínimo 72 horas de antecedência) para embarcar.

Para aqueles que não possuem comprovantes de imunização, estão em recuperação ou foram vacinados com a Coronavac:

– Preencher, antes do seu embarque, o Passenger Locator Form. Ele é um formulário obrigatório, independente de qual país você esteja vindo.

Você deverá apresentar o recibo do formulário que será enviado ao seu e-mail após o preenchimento. Vale reforçar que, se você chegar à Irlanda sem ter o preenchimento do formulário, será considerado crime com pena de multa.

– Apresentar uma evidência de teste RT-PCR negativo para a doença feito em até 72 horas antes de aterrissar no país.

– Fazer uma auto-quarentena por 14 dias, na sua acomodação (se no quinto dia após a chegada você testar negativo para a doença você poderá deixar a quarentena).

Para mais informações completas, acesse o site oficial do governo irlandês.

// Estados Unidos: fronteira aberta!

Por enquanto os Estados Unidos seguem seu controle de entrada e não permitem que brasileiros desembarquem por lá sem passar pelos 14 dias de quarentena.

Os consulados americanos não emitem vistos para brasileiros desde 2020 e agora liberou agenda para Outubro em diante, o que faz acreditar que será o tempo certo de retomada das entrevistas.

Hoje, estão se concentrado apenas em consultas emergenciais. Em comunicado recente, a agência federal anunciou que deve iniciar em breve a retomada gradual de suas atividades, com foco em viajantes com necessidades urgentes e estudantes internacionais.

O governo acabou de anunciar que vão suspender todas as restrições de viagens internacionais, a partir de novembro, para estrangeiros que estiverem totalmente vacinados.

A medida vale para todos os países, inclusive o Brasil, e substitui o atual sistema, que restringe o voo de estrangeiros de determinados países e impõe outras restrições, como quarentenas obrigatórias.

A Casa Branca informou que ela entra em vigor “a partir do início de novembro”, sem especificar a data exata. Não foi informado até o momento quais vacinas serão aceitas e segundo o comunicado, os estrangeiros que viajarem aos EUA deverão estar totalmente imunizados e apresentar o comprovante de vacinação antes de embarcar.

O país vai manter a exigência de que o passageiro apresente um teste negativo de Covid-19 feito até 3 dias antes do embarque.

// Austrália

As notícias de Austrália não param de chegar!

Mais que nunca percebemos um movimento geral em prol a abertura da fronteira. O Prime Minister – Scot Morrison anunciou a antecipação de algumas fases de reabertura como a autorização de quarentena em residência, diferente da proposta inicial que seria em hotel, colocando a necessidade de “retomar a vida normal” e trouxe o entendimento de que a população concorda com tal aceleração tendo visto os altos índices de adesão a vacinação.

Segundo Morrisson, os movimentos começarão em 1 de Novembro com a reabertura para cidadãos e para alguns grupos piloto.

Para nós, brasileiros, a boa notícia veio esta semana com a autorização da vacina Coronavac como parte das vacinas aceitas, junto com Pfizer, Astrazeneca e Moderna, ou seja, quem tomou Coronavac vai poder apresentar seu esquema vacinal e será considerado imunizado.

Ainda não estão claras as regras de quarentena nem mesmo a data oficial de abertura para a população geral, mas alguns outros movimentos estão deixando claro que este dia está chegando cada dia mais perto.

As escolas que estavam em silêncio, iniciaram as atividades e estão divulgando os valores que serão reajustados assim que a fronteira abrir.

A emissão de vistos para o país já foi retomada nas Embaixadas e Consulados no Brasil sob orientação de aplicação para Março 2022 em diante, e esta é nossa orientação na IP também.

Alguns outros fatores como as passagens aéreas, escolas cheias com estudantes ansiosos ao embarque e também a adaptação do país ao receber estrangeiros nos fazem ter cautela na orientação de embarque imediato.

Enfim, temos a certeza que as fronteiras nunca estiveram tão perto de ser reabertas e nós estamos muito animados com tudo isso!

// Nova Zelândia

O país está mais próximo da abertura econômica comparada a vizinha Austrália. Segundo pesquisa realizada pela consultoria inglesa Brand Finance, a Nova Zelândia foi o país que melhor lidou com a pandemia de Covid-19.

Com controles eficientes, totalizaram apenas 26 mortes no total e absolutamente nenhuma morte desde fevereiro/2021.

Mesmo sendo a região com melhor controle, recentemente o país registrou um novo aumento de infecções devido à presença da variante Delta, mais contagiosa, na região, o que pode significar um retrocesso quanto ao controle da pandemia no país. Por ora, as fronteiras seguem fechadas, sem previsão de abertura até novembro deste ano.

Conte com a Information Planet na orientação do seu embarque!

Escolha seu destino

Escolha o seu destino acompanhado de um especialista no assunto.
A experiência dele e de toda Information Planet vai ser muito importante em seu projeto de intercâmbio.


Conheça
nossas Agências