It is a long established fact that a reader will be distracted by the readable content of a page when looking at its layout. The point of using Lorem Ipsum is that it has a more-or-less normal distribution of letters, as opposed to using 'Content here, content here', making it look like readable English.Cada país tem suas características e exigências para aplicação de um visto. Conheça as diferenças de vistos nos destinos e as principais regras para aplicação. A dica é: Prepare-se para o visto antes mesmo de comprar seu intercâmbio.
E-books, guias e materiais de apoio gratuitos para o seu intercâmbio.
Se você sente que o tempo certo para seu intercâmbio já foi e esta coisa de ser mochileiro e aprender inglês não se encaixa mais no seu perfil, saiba que muitos executivos optam por viver esta experiência de curso no exterior depois dos 30 anos. Conheça por quanto tempo, quais cursos e quais lugares podem atender você.Cada país tem suas características e exigências para aplicação de um visto. Conheça as diferenças de vistos nos destinos e as principais regras para aplicação. A dica é: Prepare-se para o visto antes mesmo de comprar seu intercâmbio.O curso que é considerado o mais procurado entre os brasileiros para programas de 2 semanas até 1 ano. Nossa recomendação é pensar no tempo que você tem para a viagem e claro, no destino que atende melhor seus objetivos. Este é o curso que temos em todos os destinos.Para aqueles que consideram morar no exterior mas precisam se manter por lá e até para quem não precisa mas quer trabalhar, o programa que é sucesso entre estudantes do Brasil em diferentes destinos do mundo. Austrália e Canadá lideram o ranking dos países com este tipo de programa.Para aqueles que consideram morar no exterior mas precisam se manter por lá e até para quem não precisa mas quer trabalhar, o programa que é sucesso entre estudantes do Brasil em diferentes destinos do mundo. Austrália e Canadá lideram o ranking dos países com este tipo de programa.Para aqueles que consideram morar no exterior mas precisam se manter por lá e até para quem não precisa mas quer trabalhar, o programa que é sucesso entre estudantes do Brasil em diferentes destinos do mundo. Austrália e Canadá lideram o ranking dos países com este tipo de programa.E-books, guias e materiais de apoio gratuitos para o seu intercâmbio.Se você sente que o tempo certo para seu intercâmbio já foi e esta coisa de ser mochileiro e aprender inglês não se encaixa mais no seu perfil, saiba que muitos executivos optam por viver esta experiência de curso no exterior depois dos 30 anos. Conheça por quanto tempo, quais cursos e quais lugares podem atender você.Cada país tem suas características e exigências para aplicação de um visto. Conheça as diferenças de vistos nos destinos e as principais regras para aplicação. A dica é: Prepare-se para o visto antes mesmo de comprar seu intercâmbio.Está em dúvida de como escolher a escola que melhor atende seu perfil? Converse com seu consultor e entenda as classificações das escolas e características básicas de cada curso. Entenda também seu processo de visto e como a escola interfere neste ponto.O curso que é considerado o mais procurado entre os brasileiros para programas de 2 semanas até 1 ano. Nossa recomendação é pensar no tempo que você tem para a viagem e claro, no destino que atende melhor seus objetivos. Este é o curso que temos em todos os destinos.Para aqueles que consideram morar no exterior mas precisam se manter por lá e até para quem não precisa mas quer trabalhar, o programa que é sucesso entre estudantes do Brasil em diferentes destinos do mundo. Austrália e Canadá lideram o ranking dos países com este tipo de programa. Skip to main content

Fazer um intercâmbio, estudar fora, morar sozinho ou com outros estudantes em acomodações, é um grande desafio para você que está saindo de casa dar o passo em direção à independência, uma jornada de autodescoberta. 

É  se permitir voar em direção ao desconhecido, conhecer o novo, sabendo que cada experiência será um capítulo único e inesquecível da nossa história, sem saber o que te espera.

É um ato muito corajoso porque a gente não sabe o que vai encontrar mas sabe o que está deixando para trás. Neste artigo, convidamos você a ler nossas dicas para que esse processo de sair de casa seja o mais acolhedor possível.

No momento em que saímos de casa para morar fora, estudar em outro país, naquele exato momento que atravessamos a porta de embarque, o coração acelera, misturando ansiedade e empolgação. 

É o início de uma nova fase, onde cada passo dado é uma afirmação de maturidade, coragem e crescimento.

A vida transforma-se em uma tela em branco, pronta para ser preenchida com sonhos, conquistas e memórias. Essas poderão ser as melhores memórias que podemos ter na vida, ao descobrir do que somos capazes, porque acreditamos em um sonho e fomos em busca dele.

Aproveite para ler: Decidiu estudar fora? Veja como fazer intercâmbio em outros países.

A missão por trás do intercâmbio

Os primeiros dias podem ser desafiadores. As pequenas tarefas do dia a dia, antes garantidas por nossa mãe, pai e irmãos, agora são nossas. O simples ato de cozinhar uma refeição ou lavar uma pilha de roupas, nos faz perceber a importância e o valor de cada ação. E o valor da nossa família também. 

Porém, existe o outro lado. Aprendemos a nos virar, fazendo coisas incríveis, e assim perceber que somos capazes de cozinhar, inventar pratos, aprender a nos alimentar bem, enfrentar os obstáculos de frente e encontrar soluções criativas para qualquer situação que surgir pelo caminho.

O mais fantástico ainda está por vir! No intercâmbio educacional, vamos descobrir que a independência não é apenas sobre habilidades práticas, mas também sobre autoconhecimento e liberdade de sermos quem realmente somos. Estudar fora, morar em outro país, estudar com pessoas de diversas nacionalidades é uma conquista diária, cada dia descobrimos algo novo. 

Tipos de intercâmbios educacionais para você escolher o que melhor atende seu perfil

O que sente quem vive um intercâmbio?

Em momentos preciosos de auto descoberta e reflexão, quando optamos em trabalhar e estudar no exterior, descobrimos nossas paixões, nossos gostos, nossas próprias manias e particularidades. Aprendemos a ser nossa própria companhia e a desfrutar da liberdade de fazer as coisas do nosso jeito.

Nessa jornada, também encontramos o poder da conexão humana. Ao morar em outro país longe de tudo aquilo que nos é familiar, valorizamos ainda mais nossas origens e nossos amigos. As visitas se tornam mais especiais, os encontros mais significativos. A independência nos ensina a apreciar cada momento compartilhado, a valorizar as relações e a reconhecer o apoio e o amor daqueles que nos importam.

Experiências imperdíveis para você viver na Austrália durante seu intercâmbio.

A conquista de uma vida independente para quem está saindo de casa, nunca será sem desafios, mas cada dificuldade superada se traduz em crescimento pessoal e fortalecimento do espírito. Afinal, esse é o sentido do intercâmbio, não é mesmo? Com o tempo, percebemos que a verdadeira independência não está apenas em morar sozinho, ou em outro país, ou estar longe da nossa família tendo que nos virar sozinhos, mas em ser capaz de enfrentar as adversidades da vida de cabeça erguida, confiante em nossa capacidade de superação.

Cada passo dado rumo à independência é um ato de coragem e determinação. É a escolha de escrever nossa própria história, de conhecer o mundo com os próprios pés e de criar conexões que refletem nossa personalidade e valores. Fazer um intercâmbio, é uma experiência transformadora, um convite para nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos e para abraçarmos a vida com toda a intensidade que ela merece.

A Information Planet listou abaixo os 10 melhores pontos para embarcar nessa jornada da independência que só um intercâmbio educacional te trará:

  1. Liberdade: Morar sozinho ou com outros intercambistas significa ter a liberdade de tomar decisões sem precisar de aprovação dos pais e familiares. Você é o piloto do seu próprio avião, livre para moldar sua rotina e espaço de acordo com seus desejos.
  1. Autonomia: Ao viver uma vida rotineira em outro país, você desenvolve uma maior autonomia e responsabilidade. Desde cuidar das tarefas domésticas até administrar suas finanças, cada aspecto da sua vida está sob o seu controle, permitindo um crescimento pessoal significativo.
  1. Espaço pessoal: Ter o seu próprio espaço é uma vantagem inegável. Você pode criar um ambiente que reflita a sua personalidade, decorar do seu jeito e desfrutar da privacidade que só a sua casa pode proporcionar.
  1. Crescimento pessoal: Viajar, trabalhar e estudar em outro país é uma oportunidade para se descobrir, aprender sobre si mesmo e crescer como indivíduo. Você se torna mais independente, adquire novas habilidades e enfrenta desafios que o ajudam a amadurecer e se desenvolver.
  1. Paz e tranquilidade: Fazer um intercâmbio, estudar e trabalhar no destino dos seus sonhos, significa ter um refúgio de paz e tranquilidade, porque foi uma escolha, um projeto de vida seu. Você vai desfrutar de momentos de estudo, de amizades e de silêncio, contemplação e relaxamento sem as distrações de uma rotina que nos coloca no automático da vida.

Veja também: Posso trabalhar na Austrália enquanto eu estudo?

  1. Flexibilidade: A rotina será moldada de acordo com as suas preferências. Você pode definir os horários, estabelecer suas prioridades e tomar decisões que se adequem ao seu estilo de vida. A flexibilidade é uma grande vantagem em estar em outro país estudando, trabalhando e construindo sua rotina sozinho.
  1. Foco nos objetivos: você vai se concentrar nos seus objetivos pessoais. Você pode direcionar sua energia e atenção para o crescimento profissional, estudos ou projetos pessoais.
  1. Socialização seletiva: fazer um intercâmbio, morar e estudar em outro país, não significa necessariamente estar sozinho, sem seus amigos e familiares. Você terá muitos amigos do mundo todo e ainda terá a liberdade de escolher com quem e quando quer socializar. Pode convidar amigos para sua casa ou aproveitar a vida social fora dela, selecionando as interações de acordo com seus desejos.
  1. Desenvolvimento de habilidades de vida: Aprender a gerenciar níveis, horários, tarefas domésticas, cozinhar, cuidar das finanças e solucionar problemas diários são habilidades valiosas que você desenvolve ao fazer um intercâmbio educacional. Essas competências o tornam mais resiliente e preparado para enfrentar os desafios da vida.
  1. Autodescoberta: Fazer um intercâmbio estudantil é uma oportunidade para se conhecer melhor. Você tem tempo e espaço para explorar seus gostos, hobbies e valores. A independência permite que você se conecte consigo mesmo, descobrindo suas paixões e interesses de forma mais profunda.

Se você está saindo de casa, nosso conselho é para que crie também sua independência, vivencia essa experiência de maneira única, descubra um mundo de oportunidades e crescimento pessoal, não deixe para amanhã e comece ainda hoje a planejar seu intercâmbio para o destino de seus sonhos.

Tash Sultana - Austrália
Austrália

Música australiana: conheça a história de Tash Sultana

Existem pessoas que nascem com certos talentos que ficamos até achando que são experiências de outras vidas. Por exemplo, o que explica o fato de…
Intercâmbio

Decidiu estudar fora? Veja como fazer intercâmbio em outros países.

Se você deseja estudar fora, está na hora de conhecer as oportunidades únicas de aprendizado que só um intercâmbio cultural traz para você.

One Comment

Leave a Reply